OAB questiona pensão vitalícia de Zeca do PT no STF

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Roberto Busato, questionou nesta segunda-feira no Supremo Tribunal Federal (STF) a pensão vitalícia concedida ao ex-governador do Mato Grosso do Sul Zeca do PT. Na ação, a OAB pede uma liminar para suspender a pensão que foi aprovada no dia 29 de dezembro, dois dias antes do fim do governo de Zeca do PT. Ao protocolar a ação no STF, Busato atendeu a um pedido do presidente da seccional da OAB do Mato Grosso do Sul, Fábio Ricardo Trad. Segundo Trad, "a reação da sociedade civil foi de completa indignação com o ato da Assembléia Legislativa, porque o ex-governador Zeca do PT não contribuiu para a previdência para justificá-la."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.