OAB pede apuração de denúncias contra Jader

Em nota divulgada nesta terça-feira, o presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Rubens ApprobatoMachado, cobra do Congresso medidas mais enérgicas para apurar denúncias que envolvem o presidente do Senado, Jader Barbalho(PM DB-PA), com os escândalos na Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam).Segundo ele, trata-se "de umsério problema institucional que ameaça a democracia brasileira".Na nota, Approbato Machado sustenta que as iniciativas doExecutivo para investigar as denúncias de corrupção que diariamente ocupam os principais veículos de comunicação do País, "nãobastam".Conforme o presidente da OAB, "as suspeitas de envolvimento de autoridades com atos ilícitos assustam a sociedade,colocando-a em guarda contra aqueles que têm o dever constitucional de por ela zelar. De tudo isso, percebe-se que os destinosdo País estão sendo conduzidos dentro de um cenário institucional caótico".O presidente da OAB argumenta que, com o pedidode apuração mais enérgica, "não se busca condenar por antecipação, mas estabelcer a verdade, obedecendo-se o ritual legal;também não se pretende ampliar a crise, mas devolver ao cidadão a tranqüilidade social".Ainda segundo o presidente da OAB,"não se trata, muito menos, de um assunto pardidário, mas de um sério problema institucional que ameaça a democraciabrasileira".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.