OAB lança campanha sobre 'os últimos acontecimentos no País'

Tricoteiras, que morreram no vôo 3054 da TAM, na semana passada, participariam do ato nesta quinta-feira

Agência Estado

25 de julho de 2007 | 20h32

A Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional São Paulo (OAB-SP) promove na manhã desta quinta-feira, 26, o lançamento do "Movimento Cívico pelos Direitos dos Brasileiros". Trata-se de um ato cívico que, segundo a entidade, procura "mobilizar a população brasileira a demonstrar solidariedade e indignação frente aos últimos acontecimentos no País", notadamente uma reação à crise aérea instalada no Brasil após o acidente com o vôo da TAM.   O movimento deve incluir uma campanha publicitária sobre o assunto. O evento é restrito à imprensa e ocorre na sede da entidade.   A OAB-SP estava entre as entidades que lançariam, na última quarta-feira , outra mobilização, o "Movimento Nacional Contra o Calote Público", para impedir a aprovação de mudanças na questão do pagamento de precatórios pela União, Estados e Municípios.   As alterações estão contidas em Proposta de Emenda Constitucional de autoria do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que tramita na Casa.   Entretanto, o evento foi cancelado porque senhoras ligadas ao Sindicato dos Servidores Públicos Aposentados e Pensionistas do Estado do Rio Grande do Sul, conhecidas como "Tricoteiras", que participariam do protesto, morreram no acidente da TAM.

Tudo o que sabemos sobre:
Vôo 3054OAB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.