OAB contesta no STF doação por empresa à campanha

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) nacional contestou hoje no Supremo Tribunal Federal (STF) a legislação que permite doações por empresas a campanhas eleitorais. De acordo com o presidente da OAB, Ophir Cavalcante, essas regras fazem com que a política fique extremamente dependente do poder econômico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.