O que os candidatos vão fazer para reorganizar e melhorar o transporte de ônibus?

Postulantes apresentam suas propostas para aprimorar o sistema de transporte na capital paulista

O Estado de S.Paulo

21 de setembro de 2012 | 22h30

Celso Russomanno: Diálogo com empresa, investir em qualidade

Pretendo conversar com as empresas, além de investir mais em transporte público de qualidade para São Paulo. Com ônibus montados em monobloco, com ar condicionado, aumentando a frota no horário de pico, aumentando o número de corredores.

José Serra: Repensar as linhas e a renovação dos veículos

É preciso repensar a disposição das linhas para aumentar a eficiência do sistema e é necessário interferir nos critérios de renovação dos veículos para avançar na adoção da Ecofrota, que hoje representa 15% dos veículos, passando para 80% - fundamental para melhorar a qualidade do ar.

Fernando Haddad: Novas licitações e mais qualidade para o usuário

Deverá ser feita nova licitação. Novos contratos redefinirão os parâmetros de qualidade de serviço para melhorar a frota e, em especial, reduzir a lotação nos horários de pico. Também deverão ser previstos novos contratos para instalar 150 quilômetros de corredores e faixas exclusivas.

Gabriel Chalita: Melhorar os corredores, reorganizar as linhas

Prevejo ações como otimizar os corredores de ônibus que já existem, com inclusão de pistas de ultrapassagem, construir novos corredores e reorganizar as linhas com base em dados dos usuários. A criação do Expresso Zona Leste permitirá ligar Itaquera à Sé em 30 minutos.

Soninha Francine: Revisão de contrato possibilita melhorias

É na oportunidade dos novos contratos que poderemos rediscutir e definir a efetiva adoção das medidas que defendo, como novos corredores com "linhas-tronco" e veículos de maior capacidade operando no modo "metrô sobre rodas" para melhorar a fluidez.

Paulinho da Força: Reduzir tarifa e rever contratos

Vamos rever os contratos, visando a reduzir o preço da passagem, por meio de subsídios. Pretendemos igualar o repasse do preço das passagens existente hoje entre as empresas de ônibus e as cooperativas, que recebem menos da Prefeitura.

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2012 desafio são paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.