O que os candidatos vão fazer para atrair os paulistanos novamente para o centro?

Postulantes apresentam suas propostas para melhorar o sistema de habitação na capital paulista

O Estado de S.Paulo,

14 de setembro de 2012 | 22h31

Celso Russomanno: Projetos como a Nova Luz serão resolvidos

Vamos trabalhar para rever projetos que temos no centro, como a Nova Luz. Quero também transformar o centro num espaço de convivência, aproveitando os restaurantes, o comércio e as casas noturnas para também incentivar o turismo de São Paulo.

José Serra: Implantar habitação de interesse social

Vamos estimular a moradia no centro, em prédios reformados pelo poder público; implantar habitações de interesse social nas áreas de Operação Urbana (Água Branca, Nova Luz, Lapa-Brás, Mooca-Vila Carioca); e promover o adensamento de moradias em áreas próximas do centro.

Fernando Haddad: Uso misto nos prédios para garantir viabilidade

Na produção direta de moradias, a Prefeitura irá adotar uso misto, estabelecendo a construção de prédios com os dois primeiros pavimentos cedidos para exploração comercial, em uma engenharia financeira que irá permitir mais rapidez na criação de novas moradias.

Gabriel Chalita: Reformar 10 mil imóveis que estão subutilizados

O projeto Casa Paulista, do meu programa de governo, prevê a transformação de 10 mil imóveis subutilizados do centro expandido de São Paulo por meio de parcerias público-privadas. Deste total, 50% das moradias serão destinadas a famílias com renda de até R$ 1.800.

Soninha Francine: Desenvolver o centro e a periferia da cidade

Vou investir no desenvolvimento da periferia, incentivando a atividade econômica de acordo com o potencial do local, e investir em infraestrutura e serviços públicos. Vou garantir a oferta de moradia na região central, especialmente para a população de baixa renda.

Paulinho da Força: Nova ocupação por famílias de baixa renda

O centro pode ser ocupado por uma parcela da população de baixa renda que atualmente não possui outra opção a não ser a de se instalar na periferia e ou favelas. O centro pode ser uma alternativa, se aproveitada a infraestrutura consolidada.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012 desafio são paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.