Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

O ex-datilógrafo que comandaria R$ 2,7 bilhões

Agaciel entrou na Casa em trem da alegria

Rosa Costa, BRASÍLIA, O Estadao de S.Paulo

04 de março de 2009 | 00h00

Aos 51 anos, o ex-todo poderoso diretor-geral do Senado Agaciel Maia entrou no Legislativo em 1984, como datilógrafo, em um "trem da alegria" - sem ter feito concurso público.Em 1995, Agaciel foi conduzido pelo senador José Sarney (PMDB-AP), que também presidia a Casa na época, para o cargo de diretor-geral. Dali, ele passou a comandar um orçamento que neste ano chega a R$ 2,7 bilhões.Além do apoio de Sarney, durante todos esses anos ele procurou aumentar seu poder de influência facilitando o acesso de servidores e parlamentares a uma série de privilégios concedidos pelo Senado.O diretor sempre soube, por exemplo, da nomeação de servidores fantasmas nos cargos comissionados. Também sabia de casos de funcionários que mantêm o emprego sem morar mais em Brasília. O seu silêncio, no entanto, lhe assegurava o prestígio e a permanência no cargo.Agaciel conhecia os meandros de cada contrato assinado pela Casa. Em 2006, tornou-se um dos suspeitos da Operação Mão-de-Obra, da Polícia Federal, que desmontou em julho daquele ano uma quadrilha ligada a fraudes em terceirizações na Casa.A Justiça expediu um mandado de busca e apreensão na sala de Agaciel. Mas integrantes da própria PF avisaram com antecedência o então presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), sobre a ação policial. A investigação não concluiu que houve envolvimento do então diretor. Durante a campanha pela presidência do Senado, o status de Agaciel já não era mais o mesmo. Candidato ao cargo, o petista Tião Viana (AC) sinalizara que o demitiria do cargo. Mas Sarney venceu e, indagado sobre a permanência do diretor-geral, disse que seria mantido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.