O custo de um bebê: 16 meses de prisão

Williamsport (EUA) - Um filho por inseminação artificial vai custar a um gângster americano mais 16 meses de prisão. A criança, uma menina, já tem três anos, mas só agora veio a público a vocação paternal de Kevin Granato, um pistoleiro da família mafiosa Colombo, de Nova York. Para satisfazê-la, Granato extraiu sêmen, inseminado em sua mulher, Regina.Tudo correu perfeitamente até que os funcionários da prisão flagram o preso apresentando a menina como filha, na sala de visitas da prisão federal de Allenwood, sabendo-se que Granato estava preso desde 1988 e não tinha permissão para visitas íntimas.Kevin Granato e sua mulher declararam-se culpados, em maio, de usar um equipamento de conservação criogênica de sêmen para retira-lo da prisão e levá-lo a uma clínica de fertilidade de Nova York. Regina, de 40 anos, disse, em sua defesa, que o plano foi motivado ?por amor?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.