'O acordo deve ser honrado', diz Ideli, sobre Orçamento

A ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, disse esperar que o Congresso vote amanhã o projeto de Orçamento da União de 2013. "Houve um acordo de que o Orçamento não seria votado pela Comissão Representativa, mas que seria votado no dia 5 (de fevereiro). Nosso entendimento é que o acordo deve ser honrado", disse a ministra, ao deixar o plenário da Câmara, onde participou da sessão solene de abertura dos trabalhos legislativos do ano.

DENISE MADUEÑO, Agência Estado

04 de fevereiro de 2013 | 19h46

A Comissão Representativa é o grupo de deputados e senadores que fica de plantão no Legislativo durante o recesso parlamentar. O governo chegou a cogitar a votação do Orçamento durante o recesso, mas esbarrou em resistências dos parlamentares, que questionaram o poder da comissão em votar esse tipo de projeto. O Congresso entrou em recesso no dia 23 de dezembro sem aprovar o Orçamento. Com isso, o governo editou uma medida provisória para liberar recursos no final do ano.

A ministra afirmou ser necessário votar a proposta nesta semana, porque, do contrário, haverá atraso com o carnaval e o País ficará sem Orçamento por mais um mês. "Queremos aprovar o Orçamento para voltarmos à normalidade", disse a ministra. O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), marcou para amanhã, às 17 horas, uma sessão do Congresso - quando a Câmara e o Senado se reúnem conjuntamente - para votar a proposta orçamentária.

Tudo o que sabemos sobre:
orçamentovotaçãoideli

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.