Número de brasileiros cresceu dez vezes em um século

A população brasileira cresceu quase dez vezes ao longo do século 20. Somavam-se 17,4 milhões de brasileiros em 1900. Em 2000, o País contava com cerca de 170 milhões de pessoas, aumento mais intenso na segunda metade do século, com taxa de crescimento de 2,39% ao ano no período. De 1900 a 1950, o ritmo de crescimento da população brasileira foi de 2,23% ao ano. Os dados são de um estudo em cima do Censo Demográfico 2000, divulgado nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). CidadesAinda de acordo com a análise, em 2000 as regiões metropolitanas brasileiras e a Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal (DF) reuniam, em conjunto, mais de 68 milhões de habitantes, o que represente 40,06% da população total do País. O último censo, realizado em 2000, também contabilizou 22 regiões metropolitanas. Porém, 66,99% dos municípios brasileiros apresentaram perda populacional ou taxas de crescimento negativas no censo de 2000, exceto em municípios com mais de 20 mil habitantes, onde as taxas de crescimento são positivas, com destaque para aqueles que têm entre 100 e 500 mil habitantes (alta de 3,03%).Faixa etáriaA parcela da população considerada potencialmente ativa, aquela formada por pessoas entre 15 e 65 anos aumentou expressivamente em relação ao número de crianças e idosos no País, indica a análise. A proporção de crianças e idosos para cada 100 pessoas potencialmente ativas era de 79,49 para cada 100 pessoas ativas em 1950. Em 2000, a relação era de 54,93 crianças/idosos para cada 100 pessoas ativas.A faixa etária de criança considerada pelo instituto para realizar a avaliação é de 0 a 14 anos. O instituto justifica a redução de proporção ao informar que este desempenho é reflexo do processo de estreitamento na base da pirâmide etária brasileira. A análise também verifica que, os maiores índices de envelhecimento da população se encontram nos municípios brasileiros com até 5 mil habitantes e naqueles com mais de 500 mil.Equílíbrio entre os sexosA população brasileira entre 15 a 24 anos atingiu equilíbrio demográfico entre os sexos, diz o estudo. Hoje são 100,31 homens para cada 100 mulheres, segundo os dados apurados no Censo de 2000. Apesar de o censo ter registrado predominância feminina na população brasileira total, com 96,93 homens para cada 100 mulheres, este grupo demográfico revelou-se uma exceção.Segundo o IBGE, a diferença entre homens e mulheres neste grupo vem diminuindo desde 1980 o que não ocorre com o grupo de idosos de 65 anos ou mais, que sempre apresentou um excedente de mulheres. Na faixa de idade de 0 a 14 anos, os censos ao longo dos anos apontam predominância masculina; em 2000 a relação neste grupo era de 103,02 homens para cada 100 mulheres.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.