Reuters e Estadão
Reuters e Estadão

Novos nomes da política são tema de minissérie de podcasts do Estadão

'Política Sub30' vai apresentar dez novos parlamentares eleitos em 2018 a partir de 2 de dezembro

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de novembro de 2019 | 10h34

O alto índice de renovação registrado pelas Casas Legislativas do País em 2018 levou caras novas ao Congresso e Assembleias, mas não alterou, de forma significativa, a faixa etária dos políticos. Parlamentares com menos de 30 anos ainda são minoria, por exemplo, na Câmara dos Deputados, onde somente 2,7% das vagas são ocupadas por jovens dessa idade. 

Mas os representantes da Política Sub30, aos poucos, têm conseguido superar as estatísticas, mudando práticas e oxigenando o debate sem radicalismos, seja à direita ou esquerda. Aqui nessa minissérie de podcasts do Estadão você vai conhecer a trajetória, ainda curta, mas não por isso vazia, de alguns desses parlamentares, federais ou estaduais.

Vai saber, por exemplo, o que Kim Kataguiri (DEM-SP) estava fazendo quando resolveu criar o Movimento Brasil Livre (MBL) com os amigos, como é a rotina de Felipe Rigoni (PSB-ES), que diz ser conhecido não por ser cego, mas porque estudou para ser político, ou ainda os ensinamentos que Tábata Amaral (PDT-SP) levou da periferia de São Paulo a Harvard, uma das renomadas universidades do mundo, onde cursou Astrofísica. Aliás, ela explica aqui o que é isso...

Felipe Francischini (PSL-PR), João Campos (PSB-PE), Luisa Canziani (PTB-PR) e Isa Penna (PSOL-SP), entre outros, também passaram por aqui. Ao longo de dez episódios te contaremos ainda um pouco sobre a vida pessoal desses jovens políticos. O que fazem nos momentos de lazer, que tipo de música curtem, o que leem e como imaginam suas vidas do futuro. 

Os repórteres de Política Adriana Ferraz e Paulo Beraldo te apresentam essas novas caras da política a partir desta segunda-feira, dia 2. O roteiro é de Clara Rellstab e a edição, de Ana Paula Niederauer e também de Clara. Baixe os podcasts em sua plataforma de streaming preferida ou diretamente pelo site do Estadãowww.estadao.com.br

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.