Ernesto Rodrigues/Estadão
Ernesto Rodrigues/Estadão

Novos ministros assumem cargos no dia seguinte à nomeação; veja a programação

Bolsonaro faz nomeação no dia 1º; transmissão de cargos dos atuais ministros para os futuros, no entanto, fica para o dia seguinte

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de dezembro de 2018 | 16h51

BRASÍLIA – Depois da posse do futuro presidente da República, Jair Bolsonaro, os ministros do novo governo devem assumir os cargos no dia 2, quarta-feira. Oficialmente, Bolsonaro faz a nomeação de todos os ministros no dia 1º, em cerimônia no Salão Nobre do Palácio do Planalto, logo depois de receber o cumprimento dos chefes de governo e de Estado. Em seguida, eles fazem a fotografia oficial no Salão Oeste. A transmissão dos cargos dos atuais ministros para os futuros, no entanto, fica para o dia seguinte.

Os ministros que vão despachar no Palácio do Planalto, ao lado de Bolsonaro, receberão os cargos em cerimônia conjunta marcada para a quarta, às 9 horas. Assumirão os cargos Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Gustavo Bebianno (Secretaria Geral), general Carlos Alberto dos Santos Cruz (Secretaria de Governo) e general Augusto Heleno Ribeiro Pereira (Gabinete de Segurança Institucional).

A transmissão oficial do cargo do Ministério da Ciência e Tecnologia para o astronauta Marcos Pontes será também às 9 horas. O atual ministro Gilberto Kassab já transmitiu “simbolicamente” o comando da pasta para o futuro ministro na última sexta-feira. Kassab não estará presente na cerimônia da próxima quarta-feira. Pela manhã também assumirá o cargo de Minas e Energia o almirante Bento Costa e Lima, em substituição ao atual ministro Moreira Franco.

Sérgio Moro assume o cargo de ministro da Justiça, em cerimônia no Salão Negro do Palácio da Justiça, marcada para as 10 horas. Moro assumirá o ministério turbinado com as áreas de segurança pública e registro sindical. A transmissão do cargo de ministro da Agricultura do atual Blairo Maggi para a futura Tereza Cristina será às 11 horas. Já o futuro ministro da Cidadania, Osmar Terra, recebe o cargo às 12 horas. No mesmo horário também assumirá o cargo de ministro da Saúde Luiz Mandetta.

O futuro superministro Paulo Guedes (Economia) toma posse às 15 horas no Instituto Serzedello Corrêa, ligado ao Tribunal de Contas da União (TCU). Foram enviados 350 convites para a cerimônia. A transmissão neste caso será feita por três atuais ministros do governo Michel Temer: Eduardo Guardia (Fazenda), Esteves Colnago (Planejamento) e Marcos Jorge (Indústria e Comércio Exterior). O futuro Ministério da Economia fundirá as três pastas atuais.

No mesmo horário da posse de Guedes também ocorrerá a transmissão de cargo do atual ministro dos Transportes, Valter Casimiro, para o novo ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. A cerimônia será no auditório do DNIT.

O general Fernando Azevedo e Silva, futuro ministro da Defesa, assumirá o cargo das mãos do atual general Joaquim Silva e Luna, às 16 horas. No mesmo horário também estão marcadas as posses dos futuros ministros Ricardo Vélez Rodriguez (Educação), Marcelo Álvaro Antônio (Turismo) e Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos). No fim do dia, o diplomata Ernesto Araújo toma posse como ministro de Relações Exteriores, em cerimônia marcada para as 18 horas, no Itamaraty.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.