Novo valor do Bolsa-Família começará a ser pago em setembro

Paulo Bernardo diz que aumento do benefício será definido até agosto, mas valores não estão definidos

Agência Brasil,

27 de julho de 2009 | 15h41

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, disse nesta segunda-feira, 27, que o novo valor do Bolsa-Família começará a ser pago a partir de setembro, embora não tenha dito qual será o percentual de reajuste do benefício. "Até o final deste mês ou comecinho de agosto, o índice de aumento vai estar resolvido", revelou Bernardo.

 

No início de julho, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, já havia informado que o governo avaliava vários cenários para conceder o reajuste. Dilma disse também que o governo estuda uma política permanente de reajuste para o programa.

 

Atualmente, o Bolsa-Família beneficia cerca de 11 milhões de famílias e a estimativa é de que chegue ao final do ano ajudando um milhão de famílias a mais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.