Novo relator da CPI da Corrupção no DF renuncia ao cargo

Raimundo Ribeiro disse que foi indicado pelo antigo presidente da CPI Alírio Neto, que foi secretário de Arruda

Agência Brasil,

03 de março de 2010 | 18h06

O relator da comissão parlamentar de inquérito (CPI) que investiga o suposto esquema de corrupção no Distrito Federal, Raimundo Ribeiro (PSDB), deixou o cargo nesta quarta-feira, 3. O deputado alegou que foi indicado pelo antigo presidente da CPI Alírio Neto (PPS) e que cabe ao novo presidente da comissão indicar um novo relator. Ribeiro continua como membro da comissão da Câmara Legislativa do Distrito Federal.

 

Veja também:

linkNão há negociação, diz ministro do STF sobre prisão de Arruda

link Defesa de Arruda não tem dúvidas sobre manipulação de vídeos

link Arruda vai se comprometer no STF a ficar afastado

blog Blog do Bosco: Esquema Arruda é suprapartidário

 

Alírio renunciou à presidência da CPI em janeiro, depois de ter declarado o fim da comissão e voltado atrás, além de sofrer pressão por parte do PPS para se manter neutro na apuração do caso. Alírio foi secretário na gestão do governador afastado José Roberto Arruda (sem partido, ex DEM). Desde então, a CPI está sem presidente e parada há cerca de dois meses. Nenhum dos supostos envolvidos no esquema foi ouvido.

 

A eleição do novo presidente estava prevista para esta quarta-feira, 3, mas foi adiada para a próxima segunda-feira, 8. O motivo oficial foi porque o vice-presidente da CPI, Batista das Cooperativas (PRP), faltou à reunião.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.