Novo passaporte: características e documentos para tirá-lo

A partir de sexta-feira, 13, a Polícia Federal (PF) da capital paulista implantará um novo modelo de passaporte. Com algumas diferenças (como a cor e o preço da emissão), o documento agora possui novos itens de segurança para dificultar as falsificações.O passaporte não pode ser tirado pela web, mas é possível preencher o formulário na internet, o que pode agilizar o processo para emissão do documento. De todo o jeito, é necessário comparecer a um dos postos para levar a documentação e, em seguida, retirar o passaporte. O site da PF também possui informações úteis para o brasileiro que quer ter o documento emitido.Veja abaixo as características e diferenças do novo passaporte:- O novo modelo tem cor azul, e não verde como o antigo, para seguir padrão estabelecido pelo Mercosul;- Seguindo as normas internacionais de segurança estabelecidas pela Organização de Aviação Civil Internacional, o novo passaporte conta com 16 itens de segurança que dificultam ainda mais sua falsificação;- A taxa da emissão passa de R$ 89,71 para R$ 156,07;- Terá validade de cinco anos;- Prazo da entrega será de seis dias úteis na Sede da PF (Rua Hugo D´Antola, 95, Lapa de Baixo) ou dez dias úteis nos outros postos;- Passaportes emitidos até esta quinta-feira, 12, continuam valendo;- Caso não seja retirado no prazo de 90 dias, o passaporte será cancelado;Documentos necessários para a emissão:- Carteira de Identidade Civil (RG) ou Militar, para os maiores de 18 anos e, para os menores de 18 anos, RG ou Certidão de Nascimento;- RG e Certidão de Casamento com a devida averbação, se for o caso, para as pessoas que tiverem o nome alterado em razão de casamento, separação ou divórcio;- Título de Eleitor e comprovantes de que votou na última eleição (dos dois turnos, se houve). Na falta dos comprovantes, declaração da Justiça Eleitoral de que está quite com as obrigações eleitorais, ou justificativa eleitoral;- Certificado de Reservista, para os requerentes do sexo masculino com idade entre 18 e 45 anos, ou declaração da Junta Militar de que está quite com o Serviço Militar;- Certificado de Naturalização, para os naturalizados; - Comprovante de pagamento da taxa em reais, por meio da Guia de Recolhimento da União (GRU), que deverá ser preenchida pela internet, sendo necessário o CPF do requerente ou responsável, código da receita e da unidade arrecadadora conforme tabela das receitas existente na própria guia;- Apresentar o Passaporte anterior, quando houver (válido ou não). A não apresentação deste, por qualquer motivo, implica em pagamento da taxa em dobro.Havendo outras razões, a PF pode pedir outros documentos.OBS: É necessário o preenchimento do formulário de requerimento de passaporte (presente no site da PF) para tirar o documento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.