Divulgação
Divulgação

Novo ministro da Educação participa de reunião com Lula e Palocci

Ex-ministro é investigado pela Justiça no âmbito da Operação Lava Jato, que apura denúncias de corrupção na Petrobrás

Ana Fernandes, José Roberto Castro e Ricardo Galhardo , O Estado de S. Paulo

30 de março de 2015 | 16h09

SÃO PAULO - Escolhido para assumir o Ministério da Educação, Renato Janine Ribeiro, participou nesta segunda-feira, 30, de reunião com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e dirigentes petistas. A presença do ex-ministro Antonio Palocci, investigado Justiça Federal no Paraná no âmbito da Operação Lava Jato, foi confirmada por petistas. 

Ao deixar o encontro, o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, disse que o encontro tinha sido marcado pelo instituto antes da nomeação de Janine. "Falamos com ele, como falamos com economistas e intelectuais. Já estava marcado antes", afirmou.

Ainda segundo Okamotto, Janine fez uma explanação de conteúdo semelhante ao que publicou em artigo no jornal Valor Econômico desta segunda-feira. No artigo, Janine fala da agenda de melhorar a qualidade dos serviços públicos no Brasil, incluindo o avanço educacional.

Além de Lula e Okamotto, estavam presentes o presidente nacional do PT, Rui Falcão, o presidente estadual da legenda em São Paulo, Emídio de Souza, Tarso Genro, Fernando Moraes e Alexandre Padilha. Fontes confirmaram também a presença do ex-ministro Antonio Palocci, que está sendo investigado pela Justiça Federal no Paraná no âmbito da Lava Jato. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.