Novo líder do governo na Câmara quer unificar base aliada

O novo líder do governo na Câmara, Professor Luizinho (PT-SP), indicado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, marcou para hoje à tarde sua primeira reunião com os líderes dos partidos aliados. Ele anunciou que, na reunião, pretende discutir a pauta de votações do plenário da Câmara, que não pode votar projetos porqie seis medidas provisórias ainda não analisadas bloqueiam a pauta. Luizinho disse que é importante unificar a base nas votações. Entre as MPs que estão trancando a pauta está a que regulamenta as alterações feitas na Constituição pela Reforma da Previdência. Segundo Luizinho, a unidade da base é a forma de reagir à obstrução que a oposição já anunciou que fará. A oposição condiciona as votações ao envio, pelo presidente Lula ao Congresso, de mensagem fixando o novo valor do salário mínimo. Luizinho comemorou sua nomeação ontem, em jantar num restaurante em Brasília, no qual compareceram, além dos líderes aliados, os ministos da Coordenação Política, Aldo Rebelo, e da Ciência e Tecnologia, Eduardo Campos. Campos foi vice-líder do governo no ano passado, junto com Luizinho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.