Novo grupo sai de Foz para integrar marcha

Um novo grupo, com cerca de 200 integrantes do MST, da Via Camponesa e da Assembleia Popular, saiu ontem do município de Foz do Iguaçu para compor a Marcha pela Reforma Agrária e contra a Crise. No dia anterior, outro grupo, com o mesmo número de pessoas saiu de Florestópolis, no norte do Estado. A intenção dos militantes é unirem-se em Campo Largo, no dia 4 de junho, e seguir para manifestações em Curitiba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.