Carmem Pompeu/Divulgação
Carmem Pompeu/Divulgação

Novo governador do MS prevê 2015 de 'dificuldades'

Reinaldo Azambuja (PSDB) já fala em 'redução das receitas e aumento das despesas'

LUCIA MOREL, ESPECIAL O ESTADO, O Estado de S. Paulo

01 de janeiro de 2015 | 17h17

Prestes a tomar posse como governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB) acredita que 2015 será um ano de dificuldades financeiras. Em sua última reunião com o secretariado, esta semana, afirmou que "a previsão é de uma redução das receitas e aumento das despesas".

O tucano acredita que isso deve ocorrer devido um maior repasse de duodécimo aos poderes e da implantação dos Planos de Cargos, Carreiras e Salários a diversas categorias.

A posse será realizada no fim da tarde desta quinta, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. Azambuja recebe a faixa de governador do ex-chefe do Executivo Estadual, André Puccinelli (PMDB). Pouco depois, às 18h30, dá posse ao novo secretariado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.