Novo governador de RR quer avaliar situação do Estado

O novo governador de Roraima, Ottomar Pinto (PTB), disse na manhã de hoje que durante sua administração ele ajudará "em todos os sentidos" a Justiça a apurar as denúncias de irregularidades feitas contra os ex-governadores Neudo Campos(PP) e Flamarion Portela(licenciado do PT e cassado na noite de terça-feira). Ottomar admitiu, no entanto, que dois anos "podem ser insuficientes para promover as mudanças necessárias no Estado", mas garantiu que fará de tudo para que o "povo sinta-se melhor a cada dia". O governador que assumiu ganhou o direito de assumir o cargo a partir da cassação de Flamarion Portela, pelo Tribunal Superior Eleitoral. Portela foi acusado de usar os programas sociais em benefício próprio durante a campanha de 2002. No final da tarde de hoje todos os secretários devem ter tomado posse e, então, fazer um diagnóstico sobre "as reais condições de cada setor do governo", segundo disse Ottomar. Uma auditoria deve ser promovida para se conhecer "todos os detalhes da situação econômica do Estado", sacrificado, segundo Ottomar, nos últimos anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.