Novo garimpo deflagra corrida ao ouro em Altamira

Localizado no meio do Rio Xingu e a duas horas e meia de avião da cidade de Altamira, um novo garimpo, descoberto há apenas dois meses, está atraindo centenas de garimpeiros de várias regiões da Amazônia para o sudoeste do Pará. No local já existem cerca de 80 balsas e mais de 700 pessoas.Os garimpeiros que primeiro chegaram ao local afirmam que o ouro encontrado no fundo do rio é de excelente qualidade.O diretor do Ibama em Altamira, Carlos Bicelli, informou já ter remetido para Brasília um relatório sobre a existência do garimpo. Ele teme que a utilização do mercúrio no processo de separação do ouro provoque problemas ambientais na área.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.