Novo exame detecta hepatite C mais rapidamente

O ministro da Saúde, José Serra, lançou nesta terça-feira o Programa Nacional de Hepatites Virais, que vai permitir a detecção mais rápida de hepatite C em doadores de sangue de 13 Estados. Trata-se de um exame mais sofisticado, capaz de identificar a presença do vírus no organismo. Hoje, o teste só identifica os anticorpos, isto é, a detecção ocorre depois que o organismo já reagiu ao vírus.O diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Gonçalo Vecina Neto, estima que, com a implementação do programa, o número de pessoas contaminadas por hepatite C em transfusões deverá cair em 300 por ano.O governo não sabe quantas pessoas estão hoje infectadas pelo vírus, mas estima seu número entre 1 milhão e 2 milhões. No ano passado houve 15 mil internações no Sistema Único de Saúde de pacientes com todos os tipos de hepatite.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.