Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Novo 'Estadão': leitores elogiam formato mais moderno, profundidade dos textos e novas seções

Assinantes aprovam a mudança no tamanho do 'Estadão' após 146 anos; fãs de cruzadas e sudoku pedem ajuste em tamanho da letra

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de outubro de 2021 | 22h40

Quando a equipe de jornalistas mandou para a gráfica, na noite de sábado, a última das 116 páginas da edição distribuída neste domingo, um sino tocou na redação, após quase dois anos de silêncio imposto pela pandemia.

Colegas se cumprimentaram com "soquinhos", trocaram olhares emocionados por trás das máscaras e, então, desceram até as máquinas. Ali, 146 anos após sua fundação, o tradicional Estadão começava a rodar em um formato inovador, o berliner.

Havia o respaldo de exemplos bem-sucedidos de jornais de referência no mundo. Havia receptividade dos anunciantes. Havia exaustivas pesquisas com assinantes que atestavam simpatia praticamente unânime pelo formato. Mas faltava finalmente conhecer a reação do leitor diante do jornal com tinta e informação de verdade.

Isso só apareceu na manhã de ontem. Nas bancas, a procura foi tão grande que a Buenos Aires, na Avenida Angélica, não conseguiu dar conta da demanda. Segundo os donos das bancas, os leitores elogiaram a inovação e pelo menos 30 clientes tentaram comprar o exemplar dominical.

Tiveram de ir a outros pontos de venda. “Agora mesmo, acabou de sair uma moça procurando o Estadão”, disse Maria Edna Pereira, dona da banca. Em outra, onde trabalha Matheus Nicacio, na Avenida Paulista, o principal comentário era “ficou mais fácil de ler”.

O domingo começou também com assinantes fãs de cruzadas e sudoku, incomodados com a redução no tamanho das letras, pedindo que os passatempos voltassem ao original. Informados de que a mudança seria revertida imediatamente, elogiaram o aumento das letras dos textos em geral: “O velhinho aqui agradece muito sua providência”, escreveu o assinante Ubirajara de Sillos.

Alguns leitores exaltaram que o produto rejuvenesceu. Um dos centenas que se manifestaram, o jornalista André Jalonetsky falou, com precisão e afeto, por centenas de outros. “É o Estadão do meu pai, mas com a cara do meu filho.”

A pedidos, cruzadas e sudoku voltam ao tamanho original

Atendendo a pedidos de leitores do novo Estadão, a seção Cruzadas & Sudoku passa a ser publicada, a partir de hoje, com o mesmo tamanho anterior, maior. 

Diversos leitores, assinantes ou não, entraram em contato para solicitar a alteração, apontando dificuldade para ler e escrever nos espaços indicados. Assim, o projeto gráfico foi readequado para facilitar a diversão dos fãs dos jogos. 

As soluções também voltam à dimensão original. As cruzadas seguem disponíveis nesta página e, o Sudoku, neste link.

Leia, a seguir, os comentários dos leitores do Estadão

"Estou acostumado com o Estadão desde a época que meu pai me levava de ‘cavalinho’ de casa até a banca da Pamplona com a Estados Unidos para comprar o jornal. Eu adorava aquele passeio, que era perfumado pelo cheiro da tinta e do papel do jornal. Ainda sobre os ombros do meu pai, ele me dava as tirinhas para eu ver. Me lembro da reação insultada que meu pai e os amigos dele tiveram quando o Estadão mudou de fonte tipográfica. Mas isso durou pouco, em poucos dias os elogios ao novo formato tomaram seu lugar. Há dois anos eu fiz o inimaginável. Passei a ler o meu Estadão pelo iPad. Como meu pai, jamais admiti nenhuma mudança no meu jornal, mas, novamente seguindo os passos dele, me acostumei e virei fã da leitura eletrônica, da facilidade e das incríveis janelas que ela proporciona. Hoje abri meu Estadão e, quando vi a mudança, minha reação foi diferente: paixão à primeira vista! Adorei o formato, as cores, a disposição das matérias, o projeto gráfico, os colunistas, a capa clean, matérias mais longas e as notas curtas. Fiquei feliz! É o Estadão do meu pai, mas com a cara do meu filho." - André Jalonetsky, diretor de Comunicação e Assuntos Institucionais da Anfavea

“Sou leitor desde os 12 anos do Estadão e não tenho lembrança de uma guinada tão importante. A sensação é de uma conexão com o futuro. A leitura e o manuseio ficaram ágeis e, com isso, o conteúdo ganha densidade. E, como dito, os valores e a essência editorial permanecem sólidos.” - Luiz Carlos Trabuco, presidente do conselho de administração do Bradesco

“Este novo passo demonstra que inovação e qualidade são valores que correm nas veias deste veículo centenário. A imprensa livre é um importante vetor da democracia e deve sempre ser respeitada e estimulada a fazer o seu trabalho.” - Paulo Hartung, presidente da Ibá e ex-governador do Espírito Santo

“O jornal não mudou sua essência editorial, mas ficou mais leve no layout, mais atraente.” - Diogo Molina Gois, leitor

“Jornalismo sério, vivo, a transformação em meio à pandemia, o papel da prevenção, da proteção, do autocuidado e do apoio à liberdade de expressão com histórias que transformam e salvam vidas.” - Sidney Klajner, presidente da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein

"O que era bom, ficou ainda melhor. Estadão renovado e preparado para uma nova etapa da sua vida jornalística. Noticiando, influindo, defendendo a democracia, a liberdade e o direito dos seus leitores e seguidores continuarem bem informados.” - João Doria, governador de São Paulo

 

“O jornal ficou bem interessante. Dividiu os assuntos e, dentro dos cadernos, entraram coisinhas novas, achei mais didático e fácil de entender.” - Carlos Felipe Calderon, leitor

“Mais do que uma mudança de formato, demonstra uma vontade de inovar e facilitar o acesso à informação de qualidade e conteúdo importante.” - Isadora “Izzy” Cerullo,  jogadora da seleção feminina de rúgbi

“O Estadão ficou mais agradável de ler e manusear. Ficou também mais moderno. Parabéns a toda equipe pela corajosa iniciativa!” - Roberto Setúbal, copresidente do conselho do Itaú Unibanco 

“Parabéns a todos que fazem do Estado de S. Paulo um jornal sempre à frente do seu tempo, mas sem abrir mão de princípios basilares como as defesas intransigentes da democracia, do estado de direito e das liberdades de pensamento e de expressão.” - Rodrigo Pacheco, presidente do Senado Federal

“A credibilidade histórica do jornal agora vem acompanhada de um design contemporâneo e intuitivo. A leitura ficou ainda mais agradável.” - Christian Gebara, presidente da Vivo

“Na banca aqui do meu lado, não havia mais nenhum Estadão. ‘Acabou às 10h’, o Hélio me disse. Mas, no balcão do café, um jovem folheava o jornal. Pedi para ver. ‘Só ver porque esse vou guardar. Tá bonito demais. Gosto de jornais impressos’. Perguntei sua idade. 23. Saí sem o exemplar, mas feliz. No imortal filme O Leopardo, de Visconti, há uma frase muitas vezes repetida: ‘Mudar para permanecer o mesmo’. O Estadão mudou, mas é o mesmo maravilhoso e essencial jornal. Leitor que sou do caderno de cultura – o melhor, o mais completo –, reconheço que está lindo, reflete nossa época, arrojado, mas sem perder sua personalidade.” - Ulysses Cruz, diretor de teatro e televisão

"Adorei não só a distribuição das matérias, mas também as fotos. O formato, os textos, com este tempo cada vez mais curto, mais concisos e com a qualidade Estadão, fizeram ficar mais agradável e convidativo.” - José Vicente, reitor da Universidade Zumbi dos Palmares

 

“Gostei da nova aparência. Ficou muito bom, a leitura muito boa, apresentação excelente.” - Jesus Agoero Burgos, leitor

"O Estadão é um dos jornais mais importantes da história do Brasil. Um veículo que sempre apresenta informação de qualidade, com conteúdo sério, contribuindo para o debate sobre temas importantes. É um daqueles espaços que todo gestor esportivo comemora muito quando vê sua modalidade estampada nas páginas do jornal. Parabéns ao grupo Estado pela fase que se inaugura com a modernização do layout do jornal" - Eduardo Musa, presidente da Confederação Brasileira de Skate (CBSk)

“É a modernidade, um jornal da importância e conceito do Estadão fica mais atraente para o leitor com esse novo formato e tamanho, tenho certeza que mudou apenas isso, o conteúdo, a responsabilidade com a informação, a independência continuarão sendo a marca do Estadão.” - Leila Pereira, candidata a presidência do Palmeiras

"Parabéns ao Estadão, esse veículo tão histórico do nosso Brasil e que inova mais uma vez com o novo layout. Que esta nova fase continue trazendo informação de muita qualidade para nós brasileiros. Muito obrigado e sucesso!" - Henrique Avancini, atleta olímpico de mountain bike

“O novo Estadão mantém a memória afetiva do jornal que cresci lendo em casa e adiciona modernidade com novo formato, mais fácil de manusear. A diagramação mais direta facilita a leitura.” - Priscila Cruz, presidente do Todos pela Educação

“Eu estranhei no começo, achei que o produto tinha vindo dobrado. Depois que vi a diferença, pensei: ‘Caramba, que legal!’. Foi uma boa mudança, as pessoas ficaram curiosas.” - Fabiano Estevan, dono de banca na Avenida Paulista

“O novo formato gráfico do Estadão é uma mostra de que o desafio de não ter medo de transformar está no DNA das marcas que se perpetuam. Ficou muito simples o processo de leitura do jornal, sem que se perca a intensidade da experiência.” - Octavio de Lazari, presidente do Bradesco

"Muito positivas as mudanças no Estadão. Desde a adoção do formato berliner, que eu gosto bastante, até a nova diagramação e a maior utilização de cores fazem o jornal ficar mais fácil de manusear e de ler. E a inserção de mais conteúdo analítico também é algo que acho muito bom. Parabéns a todos os envolvidos nessa transformação." - Ivan Martinho, CEO da World Surf League para a América Latina

“Quem não muda, não muda nada, mas quem muda, muda tudo. Quando um jornal muda, é porque está indo para frente e se adaptando ao espírito do tempo, ainda mais quando muda a partir da escuta, descobrindo um formato que vai agradar ao leitor. Um jornal que dialoga com o jovem, dialoga com o País. Um jornal que muda captura os jovens.” - Edu Lyra, CEO da ONG Gerando Falcões

“O Estadão inova mais uma vez ao trazer para seus leitores um novo projeto gráfico, adotando o formato berliner, que permite uma leitura mais ágil e é de mais fácil manuseio. Parabéns ao Grupo Estado, que sabe inovar sem perder a sua essência que é uma referência centenária no jornalismo.” - Ricardo Nunes, prefeito de São Paulo

“A nova edição impressa do Estadão é uma boa nova no cenário editorial brasileiro. A refundação do impresso é uma lufada de contemporaneidade em um modelo de reconhecida credibilidade e conveniência”. - Marcelo Antônio Rech, presidente da ANJ

“Ficou elegante. É mais fácil abrir em metrô, trem e ônibus.” - Calebe Henrique de Souza, leitor

“O novo formato reúne duas características que são a marca do Estadão ao longo de toda sua história. Mantém o DNA da tradição do Estadão de seriedade e credibilidade, mas, ao mesmo tempo, a busca da inovação e adaptação a cada momento da história.” - Ciro Nogueira, ministro da Casa Civil

“Gostei muito do formato, design e a nova seção com a notícia positiva. Muito importante para acabar com o tom pessimista.” - Luiz Felipe d’Avila, cientista político

“Inovador, gostoso de ler, boas reportagens, sem perder a essência do jornalismo de excelência de sempre.” - Patricia Blanco, presidente do Instituto Palavra Aberta

“Com essa nova iniciativa, o Estadão reforça mais uma vez seu compromisso centenário com o jornalismo de qualidade e com o

atendimento às necessidades dos seus leitores.” - Guilherme Benchimol, fundador e presidente executivo do conselho de administração da XP Inc.

"O novo projeto gráfico do Estado de S. Paulo mostra que o jornal sabe modernizar-se e antecipar tendências. Com a coragem e o protagonismo que os novos tempos exigem. E o aprofundamento do conteúdo comprova que o Estadão continua a ser um veículo que une grandes reportagens, capacidade de análise e uma cobertura assertiva de todas as áreas. O novo Estadão mantém tudo o que o faz grande. Parabéns pelo empenho dessa equipe que vem para inovar uma história de quase 150 anos. É um desafio enorme que vocês compreenderão e irão superar com louvor! Sucesso!" - Douglas Lunardi, diretor de comunicação da CBF

"Muito importante um jornal da importância do Estadão adotar este novo formato - o que permitirá que mais esportes possam mostrar seus talentos, grandes resultados e com isto ajudar a disseminar mais modalidades. Certamente os mais jovens terão muito mais estímulos para persistir na carreira e trazer títulos para o país" - Alaor Azevedo, presidente da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa

“O Estadão continua Estadão mesmo reduzindo o tamanho. Porque seus ótimos colunistas e equipe de jornalistas nos trazem uma qualidade de maior grandeza ao conteúdo do tradicional jornal. Parabéns, Estadão, por pensar no leitor e se modernizar sempre!” - Mauricio de Sousa, cartunista

“Parabéns ao Estado de S. Paulo que, ao agregar a inovação à sua tradição centenária, ganha leveza na forma, sem perder o profissionalismo que sempre marcou a sua história, mantendo a credibilidade da apuração bem feita.” - Simone Tebet, líder da Bancada Feminina no Senado

“O combate à pandemia exigiu de todos demonstrações de criatividade e abertura às novas tendências. A nova edição impressa do Estadão é prova disso. Uma grande mudança para o jornal continuar a ser o que sempre foi: antenado, prospectivo, democrático, essencial para oxigenar a República.” - Antônio Lavareda, sociólogo e cientista político

"Inovar é sempre inspirador e desafiador. Desejo uma grande nova fase ao Estadão e que seu compromisso com o esporte se renove e continue nos presenteando com reportagens relevantes. A comunidade do rugby brasileiro só agradece o espaço que nos ajuda a crescer e seguir confiantes no trabalho!" - Mariana Miné, CEO da CBRu

“Achei muito bonito o layout, o estilo, a forma, o tamanho, para segurar e ler o jornal. Gosto muito de comer lendo e ficou muito bom para colocar na mesa. E a arte final ficou muito bonita.” - Renato Rosa, leitor

“Gostei muito desse novo formato e da decisão do jornal em investir em algo novo. A leitura ficou mais fácil e agradável tanto na versão impressa quanto digital. É uma grande mudança que chega para reforçar ainda mais a forte presença do Estadão como um dos principais meios de comunicação do País.” - Mauro Corrêa, presidente da Caoa

“Quero parabenizar toda a equipe do Estadão envolvida na produção desse novo formato que é tendência mundial. É muito importante termos empresas de comunicação que continuam investindo para oferecer sempre o melhor para seus leitores e internautas. A mudança deixou o jornal mais fácil para se manusear e ler, além de conter novas editoriais que certamente irão nos atualizar com os fatos do dia a dia, como Estadão Analisa e Estadão Verifica, novos conteúdos do caderno C2 e Bem estar aos sábados.” - Marcio Alfonso, CEO da Caoa Chery

"O novo formato do Estadão impresso torna sua leitura ainda mais fácil e agradável. Por meio de uma apresentação mais moderna, a divisão dos temas que compõem o primeiro caderno do jornal propicia mais visibilidade à qualidade editorial do corpo de jornalistas.Parabéns pela iniciativa.” - Luiz Guilherme Schymura, diretor do FGV/Ibre 

"Ficou mais prático, de fácil leitura, mais bonito e sem mudar o excelente conteúdo! mudança necessária!" - Ricardo Patah, presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT) e presidente do Sindicato dos Comerciários de São Paulo

"Fiquei positivamente surpreso com o novo formato do jornal impresso. O veículo está ainda mais inovador, com mais conteúdo e profundidade. Mudança muito importante no momento em que o leitor precisa encontrar veracidade e análise real dos fatos." - João Carlos Brega, presidente da Whirlpool para a América Latina

"O novo projeto do Estadão faz jus ao aumentativo,  proporcionando grandes mudanças na experiência do leitor. Li  todo o conteúdo com muito prazer." - Marcelo Neri, diretor do FGV Social

"O Estadão se moderniza com o novo formato que se apresenta esteticamente muito agradável e com a mesma qualidade de sempre no seu conteúdo." - José Jorge do Nascimento, presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros)

“O novo projeto gráfico e o novo formato deixaram o Estadão mais moderno e dinâmico. A leitura ficou mais fácil. O mais importante de tudo é que a qualidade editorial não mudou, renovando a credibilidade conquistada ao longo de 146 anos.” - Edgard Corona, fundador e CEO do grupo Smart Fit

“Leio o Estadão desde os tempos em que ele não tinha cores e não circulava às segundas. Acompanho atentamente todas as evoluções desta fonte obrigatória de informações e análises, inclusive nas plataformas digitais. Mas nos dias mais calmos, nada substitui o prazer da leitura impressa. Por isso acho que o novo formato é um salto de modernidade que deixa o velho e bom Estadão muito parecido com vários jornais que aprecio ler quando viajo à Europa. Além da qualidade do conteúdo, é salutar que o jornal adapte seus formatos aos novos tempos. Parabéns à direção e a todos os profissionais do Estadão!” - Luiz Carlos Moraes, presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea)

“O novo Estadão materializa o que há de mais poderoso numa empresa: une tradição, credibilidade e história com inovação e ousadia. Parabéns ao time do Estadão. Continuo um leitor fiel e animado com as mudanças!” - Gilson Finkelsztain, presidente da B3

“A primeira edição impressa do Estadão no novo formato é um documento histórico que atesta o esforço de modernização da empresa e do jornal, adaptando-se aos novos tempos e ao perfil dos leitores. Sou um leitor em transição. Consumo muita informação digital, mas ainda aprecio o impresso, que parece convidar à reflexão e à análise. Estou acostumado ao novo formato,  pois é bastante difundido na Europa. Sua leitura e manuseio são práticos e amigáveis. Desejo ao grupo, aos seus editores, jornalistas e todos os colaboradores, muito sucesso. Todos nós precisamos muito de informação de fontes transparentes e confiáveis.” - Antonio Filosa,  presidente da Stellantis para a América Latina

“Há várias décadas, o Estadão é a minha leitura obrigatória no café da manhã. Agora, com um novo design e um formato gráfico mais atraente, essa leitura se tornou ainda mais gostosa e confortável. Parabéns ao Estadão e a toda equipe pelas excelentes novidades!” - Roberto Cortes, CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus

"Acompanhar as mudanças de comportamento da sociedade é primordial para se manter na vanguarda. Ao apresentar mudanças em sua versão impressa, tanto em formato e design quanto em proposta editorial, o Estadão prova mais uma vez a sua capacidade de se reinventar, trazendo mais dinamismo ao leitor, sem perder sua principal característica: um conteúdo analítico e de qualidade." - Cristiano Teixeira, presidente da Klabin

“Mais bonito, mais amigável sem perder a essência e a tradição” - Antônio Carlos Pipponzi, presidente do conselho da RD-Raia Drogasil

“Não poderia deixar de parabenizar a equipe do Estadão nessa nova fase, em um movimento histórico que representa seu caráter de inovação e olhar para o futuro, preservando sua principal característica: um jornalismo de qualidade, sempre pautado pela seriedade e credibilidade.” - Ronaldo Iabrudi, Co-vice presidente e vice-presidente dos Conselhos de Administração do GPA e do Assaí.

“O Estadão ficou mais moderno, mais ágil e mais fácil de ler, mantendo a qualidade de sempre do jornalismo. Parabéns ao time do jornal pela capacidade de se reinventar e rejuvenescer aos 146 anos de idade.” - Thiago Alonso de Oliveira, presidente da JHSF Participações

“O novo projeto do Estadão mostra a capacidade de uma das fontes de informação mais tradicionais e confiáveis do país de se reinventar. Está mais moderno, mais dinâmico, mas sempre com o cuidado e a credibilidade que acompanham o Estadão há mais de um século.” - Juliano Custódio, fundador e CEO da EQI Investimentos

“A nova edição impressa do Estadão é uma boa nova no cenário editorial brasileiro. A refundação do impresso é uma lufada de contemporaneidade em um modelo de reconhecida credibilidade e conveniência”. - Marcelo Antônio Rech, presidente da ANJ

“Tem sido um privilégio acompanhar o Estadão ao longo dos anos e acredito que a mudança no formato está alinhada à missão do jornal de levar seu conteúdo de uma forma ainda mais clara e acessível aos leitores. Desejo parabéns a toda equipe pela brilhante caminhada e constante evolução no exercício diário de trazer informação de qualidade para a sociedade. Sucesso!” - Belmiro Gomes, Presidente do Assaí Atacadista

"Como leitor do Estadão há 40 anos, recebo com entusiasmo o novo projeto editorial. O jornal se moderniza sem abrir mão da credibilidade construída ao longo da sua história e entrega uma experiência de leitura alinhada às demandas atuais. Parabéns à equipe!" - Marcelo Kalim, presidente e fundador do C6 Bank

"É com alegria que vejo o Estadão evoluir em um novo formato editorial, em um processo inovador de transformação de um veículo centenário, que se adapta ao momento atual, mas sem perder valores como a qualidade e a seriedade. Parabéns ao Grupo Estado, pela iniciativa!" - Jorge Faiçal, CEO do GPA

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.