Novo embaixador dos EUA no Brasil é amigo de Bush

O republicano John Danilovich, novo embaixador dos Estados Unidos no Brasil, desembarcou hoje em Brasília para uma temporada que, a rigor, o governo brasileiro espera que tenha curta duração. Amigo íntimo do presidente George W. Bush, Danilovich assume a fortificada embaixada a apenas quatro meses da eleição presidencial nos Estados Unidos e em um momento de incerteza sobre a reeleição de seu chefe. Sua chegada foi marcada pelo esforço em demonstrar que seu estilo estará distante da truculência de alguns de seus antecessores, embora tenha sublinhado uma surrada imagem do brasileiro no exterior. ?Parabéns por ter ganhado a Copa (das Américas). Bom dia?, disparou Danilovich, ao falar um português pontuado pelo seu sotaque, em uma forçada tentativa de mostrar-se simpático.Acompanhado da mulher, a inglesa Irene, e do filho caçula, Alexander, Danilovich poderia ter-se preservado, em silêncio, atéser recebido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para entregar-lhe suas cartas credenciais ? uma formalidade do mundodiplomático. Mas preferiu fazer uma curta declaração, com o cuidado de não abrir os flancos para questionamentos, e arriscouler o texto em português, que vem estudando nos últimos meses. ?Os Estados Unidos e o Brasil são velhos amigos e nossa amizade tem resistido com sucesso ao teste do tempo?, afirmou.?À medida que nossas nações trilham os primeiros anos do século 21, desejo assegurar-lhes que agora, como novoembaixador do meu país em seu país, farei o melhor que puder para aperfeiçoar, fortalecer e melhorar de forma construtiva asnossas inegavelmente importantes relações?, completou. Danilovich afirmou ainda que considera este um momento importante nas relações Brasil-Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.