Novato, PSD de Kassab também fez repasses

Na primeira eleição que disputou, o PSD, criado pelo ex-prefeito Gilberto Kassab, também utilizou a prática de doações a aliados para consolidar apoios.

11 de fevereiro de 2013 | 08h05

Em São Paulo, o PSD ajudou a financiar as campanhas de três vereadores do PV que deixaram o PSDB em 2011 para fazer parte do projeto político do ex-prefeito. Kassab distribuiu R$ 600 mil a Ricardo Teixeira, Dalton Silvano e Gilberto Natalini, que se elegeram para a Câmara paulistana. O objetivo de Kassab é ampliar o arco de apoios partidários para tentar disputar a eleição em 2014. Aliados do ex-prefeito admitem que ele poderá disputar o governo de São Paulo. No campo federal, o PSD ingressa na base de apoio da presidente Dilma Rousseff e terá até ministério.

O novo partido também repassou R$ 500 mil à campanha da vereadora Sandra Tadeu, do DEM – partido com que Kassab rompeu para fundar o PSD. Sandra é mulher do presidente do DEM-SP, Jorge Tadeu Mudalen. / B.B.

Tudo o que sabemos sobre:
Financiamento de campanhasKassab

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.