Nova Previdência do RS pode sair até junho

O governo gaúcho espera aprovar, ainda no primeiro semestre, projeto que cria o regime de Previdência complementar, tornando o Rio Grande do Sul o primeiro Estado a instituir o sistema. O projeto foi enviado à Assembléia em outubro de 2007 e institui um teto para a aposentadoria dos servidores que ingressarem na carreira pública após sua aprovação. Acima do teto - hoje em R$ 3.096,00 -, o funcionário poderá optar pelo benefício complementar, descontando até 7,5% do salário de contribuição que superar este limite, com repasse do Estado na mesma proporção.

O Estadao de S.Paulo

29 de março de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.