Nova mudança no Ministério da Integração Nacional

Pela segunda vez em três meses, o ministro daIntegração Nacional, Fernando Bezerra, teve de fazer uma substituição na secretaria-executiva do órgão.O Diário Oficial daUnião desta sexta-feira publicou a exoneração de Benivaldo Alves de Azevedo e a nomeação de Simão Cirineu Dias como titulardo cargo.Benivaldo assumiu a secretaria-executiva em dezembro, com a demissão de Maurício Vasconcelos, envolvidoem denúncias da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam).Ex-funcionário da Confederação Nacionalda Indústria (CNI), Benivaldo atendeu ao convite de Bezerra na condição de permanecer por, no máximo, três meses,alegando problemas de saúde.Indicado pelo ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Pedro Parente, o novo secretário-executivo doMinistério atuava como adjunto da Subchefia da Ação Governamental da Casa Civil.Cirineu Dias é funcionário aposentado do Banco Central. Em 1988, foi requisitado ao Ministério da Fazenda para formar aSecretaria Nacional do Tesouro, pelo então secretário Andrea Calabi.Considerado "linha dura" na economia, voltou a atuarno Banco Central como delegado da instituição em Fortaleza e depois chefe do Departamento de Auditoria.Assessorou os Ministérios da Fazenda e do Planejamento a partir de 1994, até ser levado por Pedro Parente para a CasaCivil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.