Nova liminar de Jobim adia depoimentos na CPI dos Bingos

A CPI dos Bingos adiou para a próxima terça-feira os depoimentos que estavam marcados para hoje. O presidente da Comissão, Efraim de Morais (PFL-PB) alegou que a comissão teria que interromper os depoimentos no período da tarde, em função das votações no plenário da Câmara.Mas integrantes da comissão atribuem o adiamento à decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Nelson Jobim, que pela segunda vez, concedeu liminar impedindo a quebra dos sigilos bancário, fiscal e telefônico do empresário Roberto Carlos Kurzweil, que deporia hoje. Ele é dono do veículo Omega blindado que teria transportado uma suposta doação de US$ 3 milhões do governo de Cuba ao PT, em 2002, no percurso entre Campinas e a sede do PT em São Paulo.Foi adiada também para terça-feira a votação do novo requerimento para a quebra dos sigilos bancário, fiscal e telefônico do amigo do presidente Lula e atual presidente do Sebrae, Paulo Okamoto. Também foram adiados para terça-feira os depoimentos de Messias Antonio Ribeiro Neto, ex-sócio do empresário Carlinhos Cachoeira, e Carlos Roberto Martins, proprietário de casa de bingo em Goiânia (GO).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.