Nota do PSDB lamenta morte de Covas

O líder do PSDB no Senado, Sérgio Machado, distribuiu uma nota, em nome dos 14 senadores tucanos, lamentando a morte do governador Mário Covas. O senador lembra que "a determinação demonstrada pelo senador na luta contra o câncer emocionou todo o País e vai se transformar numa declaração de amor à vida". Segundo o líder tucano, o nome de Mário Covas já havia assegurado lugar definitivo na galeria dos grandes personagens do PSDB, ao lado de nomes como o do ex-governador paulista, Franco Montoro, e do ex-ministro das Comunicações, Sérgio Motta. "As gerações futuras guardarão a imagem de um homem público inigualável, inatacável e implacável em seus objetivos políticos. Covas não deixou a vida para entrar na história brasileira; ele já fazia parte dela há muito tempo", concluiu Machado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.