Nota de apoio de Dilma 'encoraja' o PR, diz senador

Líder do partido no Senado, Magno Malta (ES) afirmou que é preciso dar 'crédito' ao ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento

Eduardo Kattah, correspondente de O Estado de S.Paulo

04 de julho de 2011 | 13h29

SÃO PAULO - O senador Magno Malta (ES), líder do PR no Senado, disse nesta segunda-feira, 4, que a nota da presidente Dilma Rousseff em apoio ao ministro dos Transportes Alfredo Nascimento "encoraja" o partido. "Temos que dar o crédito para o ministro", afirmou, ao participar do velório do ex-presidente Itamar Franco no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte. "Coração de gente é terra que ninguém conhece. Muitas vezes você vê um prefeito estampado no jornal e quem estava roubando a merenda escolar era o vigia. Não tem como tomar conta das pessoas na noite", disse.

Malta, porém, defendeu o direito de defesa dos dirigentes do Ministério do Transportes afastados por suspeita de corrupção e disse que eles devem retornar aos cargos caso as denúncias não sejam comprovadas. "Hoje à tarde vou me reunir com o ministro e com os senadores e vou fazer uma nota como líder propondo à Procuradoria-Geral da República e ao Tribunal de Contas da União (TCU) que investiguem com profundidade".

O líder do PR garantiu que o episódio não deixou ressentimentos no partido em relação à presidente Dilma. "De jeito nenhum. Acho que ela agiu rápido. Assim que tinha que ser feito. Acho que até as pessoas que estão saindo estão agradecidas à ela, pois agora elas podem se defender", afirmou. "A rapidez com que ela agiu foi salutar para o País", acrescentou.

Tudo o que sabemos sobre:
Itamar FrancomortevelórioPR

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.