Nota da Fiesp sobre reformas faz parte do debate, diz Genro

O Ministro Tarso Genro, Secretário Executivo do Conselho de Desenvolvimento Econômico Social, disse hoje que a nota da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) contra a reforma tributária proposta pelo governo faz parte do debate democrático e é legítima. Para ele, a Fiesp deve defender no Congresso seus interesses específicos. Em seu programa semanal no rádio, o presidente da Fiesp, Horácio Lafer Piva, disse que a entidade estava decepcionada com a proposta enviada pelo governo ao Congresso, e que ela não traz alterações ao atual sistema tributário do País.Ele considera positiva a manifestação da Fiesp, a valorização da importância da desoneração das exportações e a unificação da legislação do ICMS, que devolve o sentido tributário para combater a guerra fiscal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.