Nos EUA, ONU pedirá nova política para Amazônia

O presidente Lula será pressionado em encontro da ONU, no dia 23, em Nova York, a deixar de usar o argumento da soberania para impedir sugestões externas sobre desmatamento na Amazônia, revelou fonte da entidade ao Estado. O secretário-geral, Ban Ki Moon, criticou ontem as taxas de desmate. Nova York é a etapa final antes de reunião em Copenhague para acordo climático.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.