Nomeação é grande responsabilidade, diz o cardeal Hummes

O arcebispo de São Paulo, d.Cláudio Hummes, recebeu sua nomeação para cardeal com a consciência de que, além de aumentar seu trabalho na Igreja, com mais funções na Cúria Romana, o título representa uma enorme responsabilidade para ele como eventual eleitor na escolha do futuro papa. "Quem tiver, um dia, de exercer esta função terá que fazê-lo num real clima de oração, em consciência diante de Jesus Cristo e invocando as luzes do Espírito Santo, para ter um bom discernimento, além de dever escutar humildemente seus colegas cardeais e perscrutar as necessidades da Igreja e o momento histórico da sociedade humana", declarou d.Cláudio à reportagem na véspera de embarcar para Roma. O cardeal disse que, embora já seja membro de uma congregação e de cinco conselhos pontifícios no Vaticano, está à disposição para assumir novas atribuições que João Paulo II possa entregar-lhe. Além de ser membro da Sagrada Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, o arcebispo de São Paulo participa dos conselhos do Diálogo Inter-Religioso, da Família, da Cultura, da América Latina e do Cor Unum, que coordena as obras sociais da Igreja.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.