Nomeação de d. Eusébio agrada cardeal d. Paulo

O cardeal d. Paulo Evaristo Arns, arcebispo emérito (aposentado) de São Paulo, disse a O Estado de S. Paulo acreditar que o novo arcebispo do Rio de Janeiro, d. Eusébio Scheid, fará o possível para seguir a linha do cardeal d. Jaime de Barros Câmara, catarinense como ele, que dirigiu a arquidiocese entre 1943 e 1971, antes de d. Eugenio Sales. "D. Eusébio é um homem muito culto e sempre foi muito estimado entre as pessoas que estudaram ou trabalharam com ele", afirmou o cardeal.D. Paulo, que também nasceu em Santa Catarina, disse que conheceu de perto a ação pastoral de d. Eusébio em Florianópolis. Anteriormente, o cardeal acompanhou o trabalho de d. Eusébio também como bispo de São José dos Campos (SP).D. Paulo declarou ter ficado muito satisfeito com a escolha de d. Eusébio para a arquidiocese. "D. Eusébio é muito amigo da gente, tanto meu como de d. Eugenio", afirmou, lembrando que d. Eusébio pertence à Congregação do Sagrado Coração de Jesus. O cardeal d. Paulo acrescentou que, como foi aluno dos padres dessa congregação, é testemunha da dedicação que eles sempre demonstraram para com povo - o que, segundo ele, justifica a esperança que deposita no trabalho futuro do sucessor de d. Eugenio Sales.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.