Nome de Alckmin volta ao site de SP

O nome e as fotografias do governador Geraldo Alckmin (PSDB) voltaram a figurar, a partir das 17h30 de hoje, nos textos divulgados pelo site do Governo do Estado de São Paulo na Internet. Pouco antes das 19 horas, o presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Márcio Bonilha, derrubou a liminar que determinava a retirada do nome e das fotos do governador e de todos os seus secretários do site.Na terça- feira, o juiz da 12ª Vara da Fazenda Pública, João André de Vicenzo, havia concedido a liminar pedida pelo vereador Devanir Ribeiro (PT) e pelo deputado estadual José Zico Prado (PT). Eles protocolaram ação popular acusando o governador de utilizar o site para fazer propaganda pessoal. A liminar determinava a retirada de fotos e do nome do governador de todos os textos que fizessem menção à realizações do governo.O presidente do TJ, em seu despacho de hoje, considerou que a liminar não poderia ter sido concedida em uma ação popular que ainda não foi concluída. "Isso tanto mais quando a liminar veda, como de fato vedou, não só as fotografias e até a menção ao nome do governador no site do governo, como idêntica proibição no que concerne a qualquer publicação ou material impresso, vagueza que mais acentua o risco advindo de sua prolação", afirma o despacho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.