No último discurso, Péres rebateu 'NYT' sobre Amazônia

Senador do PDT, morto aos 76 anos, pediu 'olhar atento' das autoridades nacionais para a região

ANA PAULA SCINOCCA, Agencia Estado

23 de maio de 2008 | 10h40

O presidente do Senado, senador Garibaldi Alves (PMDB-RN), encerrou a sessão desta sexta-feira, 23, (não deliberativa) lendo trechos do último discurso feito na Casa pelo senador Jefferson Péres (PDT-AM), que morreu nesta manhã, de enfarte, na sua casa em Manaus (AM). Garibaldi lembrou que Péres, em seu último pronunciamento, subiu à tribuna para reagir a uma reportagem em que o jornal The New York Times insistiu na tese de que a Amazônia seria território internacional.  Veja também: Senador Jefferson Péres morre aos 76 anos Leia depoimentos sobre o senador Jefferson Péres "Normalmente, não reajo a esse tipo de declaração, mas insisto em que não se pode levar a sério a tese da internacionalização da Amazônia. Isso não vai acontecer. Não tenho tanto medo da cobiça internacional sobre a Amazônia. Tenho medo da cobiça nacional", afirmou Péres, no discurso lembrado por Garibaldi, em que pediu "olhar atento" das autoridades nacionais para a região amazônica.A assessoria de Garibaldi confirmou que o presidente do Senado viaja amanhã de manhã para Manaus, para o enterro de Péres. A Comissão Diretora do Senado informou que, em homenagem ao senador amazonense, a bandeira nacional, no Congresso, ficará hasteada a meio-pau durante três dias.

Tudo o que sabemos sobre:
Jefferson Péres

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.