No Twitter, Serra em 140 caracteres

Governador atrai mais de mil leitores em microblog

Carolina Freitas, SÃO PAULO, O Estadao de S.Paulo

20 de maio de 2009 | 00h00

Aos 68 anos e "computador-dependente" confesso, o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), aderiu à mais nova febre da internet, o Twitter. O tucano inaugurou anteontem seu microblog pessoal (www.twitter.com/joseserra_), com postagens curtas e em tom informal sobre a agenda do dia.O Palácio dos Bandeirantes confirmou ontem à tarde que o perfil é verdadeiro. Foi criado pelo próprio governador. Antes disso, o nome de Serra aparecia em dez perfis falsos, a maioria com referências à possível candidatura do tucano à Presidência em 2010.Sem nenhuma divulgação oficial, o perfil do governador arregimentou até a noite de ontem cerca de mil seguidores, que poderão acompanhar em tempo real tudo o que ele escrever. "Surpreendente!", escreveu Serra no início da tarde. "Espalhou mais rápido do que eu pensava." Por enquanto, o governador segue os posts de apenas uma pessoa, cujo nome não é público.Misto de blog e rede social, o Twitter convida o usuário a responder em 140 caracteres "o que você está fazendo?". As postagens aparecem imediatamente na tela de quem decidir seguir a pessoa.Serra escolheu um fundo azul claro para sua página e uma foto em que aparece sorridente, de camisa azul escura. Desde a inauguração do espaço virtual, o governador fez sete postagens. Duas sobre a Virada Cultural estadual e uma sobre a cerimônia de entrega de equipamentos para a guarda ambiental, ações de governo amplamente divulgadas pelas mídias oficiais do governo do Estado."Hoje são mais 8 audiências, reuniões, entrevistas e, à noite, programa da Luciana Gimenez, falando sobre a lei de proteção aos não-fumantes", postou o tucano na segunda-feira. O combate ao fumo é uma das bandeiras de Serra desde quando foi ministro da Saúde de Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Ele proibiu a propaganda de cigarro, mandou imprimir fotos ilustrando os malefícios do tabaco nas embalagens do produto e, na esfera estadual, vetou o fumo em locais fechados e extinguiu os fumódromos.A última postagem do governador, por volta das 15h de ontem, faz referência às mensagens reservadas que recebeu por meio do site. "Li as mensagens. Pena não poder responder a cada um. Obrigado a todos."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.