No RS, presidente sai do Tribunal de Contas

Três dias após ser acusado pelo Ministério Público Estadual do Rio Grande do Sul de participação na fraude que desviou R$ 44 milhões do Detran, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, João Luiz Vargas, afastou-se do cargo ontem. Em nota, declarou ser inocente e explicou que tomou a decisão para não causar desconforto aos demais conselheiros e preservar a instituição. O caso foi remetido à Procuradoria-Geral da República.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.