No RS, candidato de Dutra derrota Dirceu

As apurações extra-oficiais das eleições diretas para a presidência nacional do PT estão indicando que o deputado José Dirceu, atual presidente e favorito à reeleição, fez sua menor votação no Rio Grande do Sul, reduto das correntes de esquerda do partido. De acordo com os números coletados dos diretórios municipais, Dirceu obteve apenas 22,4% dos votos dos petistas gaúchos, enquanto o ex-prefeito Raul Pont, apoiado pelo governador Olívio Dutra, fez 53,6%. Até mesmo em cidades administradas por moderados, como Pelotas, Pont venceu Dirceu. O outro candidato das esquerdas, Júlio Quadros, obteve 18,2% dos votos no RS.Somando os votos dos dois principais adversários de Dirceu, essa é a maior diferença em favor da esquerda no País. Quadros também venceu em Santa Catarina e Espírito Santo, mas com menor vantagem sobre Dirceu. No Nordeste, Pont superou o atual presidente em algumas capitais, como Fortaleza, Maceió e Recife.No Rio Grande do Sul, a vitória da esquerda fortalece a candidatura à reeleição de Olívio. No caso de uma disputa em prévia contra o prefeito de Porto Alegre, Tarso Genro, que também ambiciona a indicação do partido, o resultado da eleição direta do PT indica que o governador tem apoio da maioria dos filiados. Olívio tem sustentação da Democracia Socialista de Pont, enquanto Tarso é apoiado pelos seguidores de Dirceu. Mesmo que a Articulação de Esquerda de Quadros acabe apoiando Tarso, como ocorreu na prévia para a prefeitura do ano passado, Olívio ainda mantém vantagem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.