No Rio, Lula defende reforma do Conselho da ONU

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, declarou aberta a Cúpula Presidencial do Grupo do Rio. Em seu discurso, Lula pediu a reforma do Conselho de Segurança da ONU, apoio ao Haiti para que sejam atendidas as necessidades da população daquele país, lembrou sua proposta de combate à fome e à pobreza mundial, defendeu maior integração entre os países da América Latina e Caribe e também "um sistema multilateral de comércio equilibrado". A solenidade foi realizada no Hotel Sofitel, em Copacabana e, em instantes, será realizada a primeira sessão de trabalho dos presidentes de 12 países que integram o Grupo do Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.