No Recife Geraldo Julio vota, adversário medita

Candidatos estão tranquilos e esperam a decisão dos recifenses, que será selada às 17h

Anderson Bandeira, O Estado de S.Paulo

30 Outubro 2016 | 15h18

RECIFE - O segundo turno das eleições na capital pernambucana travado entre o PSB e o PT segue tranquilamente neste domingo (30) de sol. O prefeito e candidato à reeleição Geraldo Julio (PSB) votou mais cedo no Centro de Formação de Professores Paulo Freire, na Zona Oeste do Recife, acompanhado da esposa e dos filhos. 

Junto do seu candidato a vice-prefeito Luciano Siqueira (PCdoB), do vice-governador Raul Henry (PMDB) e do deputado federal Jarbas Vasconcelos (PMDB), Geraldo se mostrou confiante na recondução ao comando da cidade por mais quatro anos. “A população decide hoje o futuro da cidade para os próximos quatro anos. O povo é soberano e vai decidir. Nós fizemos uma campanha limpa e da paz durante todo esse período, apresentando as melhores propostas para a população. Estou muito confiante e me colocando à disposição do Recife, de maneira humilde, para continuar este trabalho que vem transformando a cidade”, destacou. 

Enquanto isso, o seu adversário, o ex-prefeito João Paulo (PT), meditou mais cedo e foi votar às 14h45, horário de Recife. O petista segue uma tradição de anos de ir às urnas no horário e somente após meditar. “Desde meu primeiro mandado como vereador sou meditante. A meditação é uma técnica para a redução do estresse e quando feita coletivamente, como hoje, tem impacto também no ambiente”, afirmou João Paulo.  Até o momento, nenhuma prisão por crime eleitoral fora registrada. Das 3.286 mil urnas que estão em funcionamento para o segundo turno, apenas três apresentaram problemas, segundo o TRE-PE. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.