No rádio, Dilma destaca médicos em escolas

A presidente Dilma Rousseff dedicou a edição de hoje do seu programa semanal de rádio, Café com a Presidenta, à saúde e educação de crianças. Dilma afirmou que o governo federal, em parceria com prefeituras, levará médicos, enfermeiros e dentistas das Unidades Básicas de Saúde a 50 mil escolas públicas, até a segunda semana de março, em mais de dois mil municípios. Os profissionais avaliarão as condições de saúde de 11 milhões de estudantes. Segundo ela, a intenção, nessa semana, é envolver também os pais para debater um problema que já afeta 1/5 da população infantil: a obesidade.

EQUIPE AE, Agência Estado

23 de janeiro de 2012 | 11h24

Além do reforço no programa Saúde na Escola, a presidente ressaltou duas novidades na vacinação infantil a partir do mês de agosto: a vacina pentavalente e a nova vacina antipólio. De acordo com ela, "a pentavalente é a soma de duas vacinas que já existiam: a chamada tetravalente e a hepatite B. Com uma só injeção, a vacina pentavalente vai proteger, agora, a criança contra cinco doenças: o tétano, a difteria, a coqueluche, a hepatite B e um tipo de meningite grave".

Sobre a nova vacina contra a pólio, Dilma explicou que ela será injetável. "Ela será aplicada, no Brasil, a partir de agosto, nas duas primeiras doses. Ela é mais moderna e mais segura para os bebês nas duas primeiras doses. Os bebês vão continuar tomando as demais doses via oral", afirmou. A presidente lembrou que há 22 anos não é registrado nenhum caso de paralisia infantil transmitido no País, mas a pólio ainda existe em 24 países. Dilma acrescentou que o governo federal investirá R$ 7,6 bilhões para abrir seis mil escolas de educação infantil até 2014.

Mais conteúdo sobre:
DilmaCafé com a Presidenta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.