Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

No Guarujá-SP, Lula não recebe irmão caçula pela 3ª vez

Pela terceira vez durante sua estada no Forte dos Andradas, no Guarujá, no litoral paulista, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva se recusou a receber seu irmão caçula, Germano Inácio da Silva, de 42 anos. Em todas as suas tentativas, Germano foi barrado pelos militares na porta do Forte, que disseram que encaminhariam o pedido à segurança do presidente e depois entrariam em contato. "Não me ligaram, por isso voltei para ver se hoje ele pode me receber", disse.Hoje Germano deu sua última cartada. Ele chegou à tarde no Forte acompanhado da esposa e do filho Nathan Lyniker Rodrigues Inácio da Silva, de 12 anos. O irmão caçula trabalha no abastecimento de navios e faz turnos de 72 horas, portanto não poderá insistir mais durante a estada do presidente no Guarujá. A explicação dada pela segurança para a recusa em recebê-los foi de que Lula, mesmo com tempo chuvoso, estaria pescando. O presidente fica no forte até domingo.Segundo Germano, o motivo da visita é fazer certos agradecimentos a Lula. "Ele sabe do que se trata", disse Germano. Além disso, ele quer cobrar de Lula mais atenção à família e uma reunião dos filhos de Aristides Inácio da Silva, o pai dos dois. Ao todo são 11 irmãos. Nathan quer agradecer pelo computador e o uniforme do Corinthians dados pelo tio presidente no ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.