No Guarujá, Lula enfrenta manifestações durante carnaval

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi alvo de três protestos durante o carnaval. Na segunda e na terça-feira, 19 e 20, manifestantes aproveitaram a presença do presidente no Forte dos Andradas, no Guarujá, para deixar seus recados.O microempresário Orlando Lovecchio Filho, vítima de um atentado político em março de 1968, no qual perdeu uma das pernas, entregou na terça-feira uma carta endereçada a Lula, exigindo o aumento da indenização de R$ 500 mensais que recebe. No documento, Lovecchio, que foi beneficiado pela Lei 10.923/2004, que leva seu nome, pede a equiparação da indenização aos valores concedidos a 14.800 anistiados políticos do País.Também na terça-feira, o brasileiro naturalizado americano Henry Rosa protestou em favor da pena de morte no Brasil, na portaria do local onde Lula e seus familiares se hospedaram durante o feriado. O aposentado José Gomes Jordão abriu a série de manifestações na segunda-feira. Jordão, que é um dos participantes do Aerus - fundo de pensão da Varig e da extinta Transbrasil -, aproveitou para pedir que sejam restabelecidas integralmente as aposentadorias dos ex-funcionários da Varig.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.