No Ceará, Lula defende ministro

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva elogiou ontem o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, que vem sendo acusado de favorecer pessoas e grupos ligados ao PDT com convênios do ministério."Ele está mostrando o comportamento mais republicano. Não houve favorecimento, senão o PSDB não seria o primeiro colocado", afirmou Lula, ao encerrar sua visita a Quixadá (CE), referindo-se à lista que o ministro apresentou, de liberação de recursos por partidos. "O Lupi mostrou à imprensa ontem. O PSDB recebeu R$ 102 milhões em convênios, o PT, acho que R$ 92 milhões, e outros partidos, cerca de R$ 80 milhões."Lula não quis comentar se há possibilidade de Lupi sair do governo. "Eu ainda não discuti isso." A Comissão de Ética Pública recomenda seu afastamento, por acumular o ministério e a presidência do PDT. Mas a Advocacia-Geral da União tem indicado que não há ilegalidade no acúmulo das funções.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.