Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

No Brasil, secretário dos EUA admite falar de energia nuclear

O secretário de Energia dos Estados Unidos, Spencer Abraham, que desembarcou na noite desta sexta-feira no Rio, disse que a visita não está ligada ao episódio envolvendo o enriquecimento de urânio no País. Ele sequer informou se o tema será abordado. ?Não tenho certeza se isto será tratado", disse, frisando que este não é o objetivo principal da viagem. "Não queremos especular sobre este assunto. Esta viagem já estava agendada desde que a ministra (de Minas e Energia, Dilma Rousseff) esteve nos Estados Unidos, em novembro passado", afirmou.O principal tema dos encontros, segundo ele, será a disposição do governo norte-americano de investir em pesquisas para desenvolver fontes alternativas de energia. "Temos interesse especialmente no desenvolvimento do hidrogênio como um combustível acessível tanto para veículos como para fornecimento de energia elétrica", disse. O principal desafio nesta área, afirmou o secretário, é reduzir os custos de processamento do hidrogênio que hoje tornam inviáveis o uso do combustível.Segundo a embaixada, a visita de Abraham é conseqüência do encontro entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente norte-americano, George W. Bush, em junho do ano passado. No encontro, os dois presidentes firmaram o compromisso de lançar uma agenda bilateral no setor energético, visando parcerias em temas como uso do hidrogênio na energia, seqüestro de carbono, modernização da eletricidade e segurança em projetos de prospecção de petróleo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.