No Azerbaijão, Maia tem reunião com o setor petrolífero

Presidente da Câmara embarca nesta sexta-feira para o país caucasiano com cinco deputados da base do governo Temer; Congresso está prestes a concluir votação sobre destino do pré-sal

Isadora Peron, O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2016 | 21h13

BRASÍLIA - O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), embarca nesta sexta-feira, 28, para uma visita oficial ao Azerbaijão. Na agenda da comitiva brasileira, além de um encontro com o presidente do país caucasiano, Ilham Aliyev, haverá também uma série de reuniões com integrantes do setor petrolífero.

A viagem ao exótico país asiático acontece no momento em que o Congresso está prestes a concluir a votação que retira a obrigação da Petrobrás de participar da exploração de todas as áreas do pré-sal. O petróleo é uma das principais fontes de renda da economia do Azerbaijão.

No país, que pertenceu à extinta União Soviética, o presidente da Câmara vai se encontrar com o ministro da Energia e visitar a Companhia Estatal de Petróleo da República.

Maia será acompanhado por outros cinco deputados da base do governo do presidente Michel Temer, como o líder do PP, Aguinaldo Ribeiro (PB), e do PSD, Rogério Rosso (DF). 

Apesar de a viagem começar na sexta, a comitiva de deputados só chegará ao destino final no domingo, após fazer três paradas: Praia (Cabo Verde), Madri (Espanha) e Atenas (Grécia). 

Na quarta, ao justificar a visita ao país que tem 9 milhões de habitantes e um território menor que o Estado de Santa Catarina, Maia disse considerar o destino "interessante". “"O Azerbaijão é um país fortíssimo no mercado de óleo e gás, é um país interessante", alegou. Essa será a primeira viagem internacional desde que o democrata assumiu a presidência da Câmara, em julho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.