No 1º de abril, PSDB lança 'Mentirômetro do Lula'

Tucanos tomaram emprestado o nariz de Pinóquio para servir de ponteiro do termômetro que mede a mentira

CHRISTIANE SAMARCO, Agencia Estado

01 de abril de 2009 | 19h37

No embalo do folclore que estabeleceu o 1º de abril como "Dia Internacional da Mentira", o PSDB lançou nesta quarta-feira, 1º, o "Mentirômetro do Lula". Os tucanos tomaram emprestado o nariz do personagem Pinóquio para servir de ponteiro do termômetro que "mede a gravidade da mentira", no painel inaugurado pelo líder do partido na Câmara, José Aníbal (SP), com direito à presença do presidente nacional da legenda, senador Sérgio Guerra (PE), e discursos que imprimiram tom de deboche às críticas ao governo e ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Celso Junior/AE

Para marcar a solenidade, foram selecionadas 18 frases célebres pronunciadas pelo presidente desde 2003 e os deputados foram convidados a enquadrá-las em oito categorias que vão de "mentirinha" até "mentiras do século", passando por "marolinha" e "mentira de bar". O líder Aníbal inaugurou o painel com a frase presidencial que classificou como "mentira deslavada", pronunciada no dia 10 de março, em Brasília: "Não descarto o crescimento de 4% do PIB em 2009".

 

Celso Junior/AE

Tudo o que sabemos sobre:
PSDBLulamentiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.