Ninguém está imune a investigações, diz Lula sobre Satiagraha

'Se a Justiça determinou que a PF investigue gente da Abin, ela vai investigar', disse presidente em Roma

LEONÊNCIO NOSSA, ENVIADO ESPECIAL, Agencia Estado

13 de novembro de 2008 | 12h49

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quinta-feira, 13, que nem o presidente da República nem policiais federais estão imunes às investigações da Polícia Federal (PF), numa referência à apuração que está sendo feita sobre os envolvidos na  Operação Satiagraha. "Se a Justiça determinou que a Polícia Federal investigue gente da Abin (Agência Brasileira de Inteligência), ela vai investigar, como investiga tanta gente do Brasil", afirmou o presidente, em entrevista em Roma.     Veja também: Novo relatório da Satiagraha é 'desapaixonado', diz Tarso Lula admite que Dilma é sua candidata na eleição de 2010 Nova investigação da PF acha mais indícios para incriminar Dantas Especial explica a Operação Satiagraha da Polícia Federal Multimídia: As prisões de Daniel Dantas Daniel Dantas, pivô da maior disputa societária do Brasil Ele comentou a apuração que está sendo feita sobre suposta irregularidade na utilização de agentes da Abin durante a operação da PF. "Quem acha que por ter um pouco de poder - pode ser um presidente ou um policial - está imune às investigações, não está. Essas pessoas que cometeram ilegalidade terão que ser investigadas. A única forma de as pessoas não serem investigadas e não terem seus nomes nas manchetes dos jornais é procederem corretamente", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
Operação SatiagrahaLulaAbin

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.