Nicolau e Luiz Estevão são vaiados no Fórum

O juiz aposentado Nicolau do Santos Neto chegou por volta das 12h45 ao Fórum Criminal Federal, na Praça da República, para acompanhar os depoimentos das testemunhas de defesa dos empresários Fábio Monteiro de Barros Filho e José Eduardo Teixeira Ferraz, sócios da Construtora Incal. Além dos empresários, são réus no processo que investiga o desvio de R$ 196,7 milhões das obras do Fórum Trabalhista de São Paulo, o senador cassado Luiz Estevão de Oliveira e o juiz aposentado. Serão ouvidos hoje pela juíza da 1º Vara Criminal Federal, Raecler Baldresca, Vicente de Paula Marques de Oliveira, Júlio Neves e Rubens Soares Aidar.Luiz Estevão chegou por volta das 13h20 ao Fórum e foi vaiado por populares e empurrado contra a parede. O senador cassado teve que ser protegido pelos 50 policias federais e 45 policiais militares, além do Grupo de Prevenção de Choque, que fazia a segurança de Nicolau. O empresário Fábio Monterio de Barros Filho chegou por volta das 13h30 ao Fórum. O juiz aposentado também foi vaiado e desceu do carro da Polícia Federal sem algemas.A assessoria de imprensa da Justiça Federal informou que Júlio Neves, José Eduardo Teixeira Ferraz e Vicente Marques já estão no Fórum, mas os depoimentos ainda não começaram e, segundo a juíza, devem ser breves.Ontem, a juíza 1º Vara Criminal Federal cancelou os depoimentos de quatro testemunhas dos empresários. Amanhã, dia 24, prestarão depoimento Arnaldo Pandolfi, Délvio Buffolim, José Diniz da Silva e Martim Aparecido Pereira da Silva.No dia 6 de fevereiro, às 16 horas, irão depor as testemunhas de defesa de Luiz Estevão. Já no dia 16 de fevereiro, às 13 horas, serão ouvidas as testemunhas de defesa de Nicolau dos Santos Neto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.